13

anos de
atendimento



Você ensina o seu filho a ter empatia?

Publicado em 07/04/2020




Empatia é a capacidade de se colocar no lugar dos outros, conseguir ver as coisas sob outra perspectiva e sensibilidade em relação ao próximo. E como nós, pais, mães e cuidadores, podemos cultivar empatia nas crianças para que eles se tornem pessoas generosas e vivam em um mundo melhor? 

1)   Aja com empatia em relação aos seus filhos. Como?

Ensine a criança a saber ouvir. Use a seguinte frase para ensinar seu filho sobre a importância de ser um bom ouvinte:

    • “Você tem dois ouvidos e uma boca, porque deve ouvir o dobro do que fala.”

Faça ele esperar pela sua vez de brincar. Esperar pela sua vez de brincar ajuda as crianças a superarem seus próprios sentimentos e sua impaciência, demonstrando respeito pelo tempo e pelos sentimentos das outras pessoas.

    • Escolha uma brincadeira em grupo e faça com que cada criança espere sua vez, enquanto os outros estiverem brincando. A brincadeira pode ser qualquer coisa, desde uma amarelinha até um concurso de karaokê.

2)   Demonstre empatia ao seu filho. Se você só falar sobre empatia, ao invés de praticá-la, ele terá dificuldade para aprendê-la. Então, é recomendável que você tente ensinar pelo exemplo e mostre ao seu filho o que significa ser empático, na prática.

    • Demonstre empatia com seu filho, expressando preocupação e simpatia quando ele se machucar ou estiver se sentindo triste. Você pode dizer algo como: "Por favor, se anime. Eu fico triste ao ver você triste".

 

    • Se ele vir este comportamento em você, eles serão mais propensos a apresentar empatia em suas relações com os outros, primeiro pela força do hábito e, em seguida, em um ato de emoção genuína.

3)   Leve a opinião da criança em consideração. Mostre ao seu filho que você sempre o ouve e que aprecia a opinião dele. Assim, ele não apenas aprenderá a valorizar a si mesmo, como também aprenderá a apreciar as opiniões das outras pessoas.

o   Na hora de escolher atividades para as crianças por exemplo, é um sinal de empatia se você não pensa no que você gostaria que eles fizessem, mas se você considera o tipo de pessoa que eles são e as coisas que eles gostam de fazer. 

4)   Pergunte ao seu filho sobre o que os outros pensam ou sentem. Se ele testemunhar algo ruim acontecendo com outra pessoa, pergunte como ele acha que essa pessoa se sente. Por exemplo, se seu filho vir outra criança derrubando seu sorvete, pergunte: "Como você se sentiria se isso acontecesse com você?".

o   Quando você estiver com raiva, ou vir alguém que esteja com raiva, fale para seu filho e explique como você sabe identificar este sentimento — através do tom de voz, de expressões faciais, etc. Faça a mesma coisa para a felicidade, tristeza, surpresa, ciúmes e quaisquer outras emoções em que você puder pensar.

 

o   Aproveite todas as oportunidades para chamar a atenção do seu filho para diferentes emoções. Por exemplo, se você vir alguém sentado sozinho e parecendo triste, diga ao filho: "Esse homem parece triste, sentado sozinho no banco do parque. Ele deve ser uma pessoa solitária".

5)   Elogie seu filho quando ele demonstrar empatia. Dê atenção especial ao comportamento dele. Se ele demonstrar empatia fazendo uma boa ação para alguém, diga algo como:

    • “Que bacana da sua parte, compartilhar seus brinquedos com seu amiguinho. Isso deixou ele feliz. Eu vi que ele estava rindo.”
    • Recompensar seu filho pelo comportamento empático poderá ajudá-lo a desenvolver um senso natural de empatia, com o tempo.

6)   Faça da generosidade uma prioridade:

  • Em vez de dizer, por exemplo: “A coisa mais importante é que você seja feliz”, prefira

A coisa mais importante é que você seja uma boa pessoa e seja feliz”. 

 

  • É importante que eles escutem que se importar com o bem estar dos outros é tão importante quanto sua própria felicidade.

7)   Incentive seu filho a fazer algo bom para alguém. Pode ser algo super simples, como ajudar o pai dele a cuidar do jardim, ou visitar os avós.

    • No entanto, se ele realmente quiser fazer uma boa ação, ele pode, por exemplo, participar de uma atividade de caridade ou visitar um asilo, para conversar com os velhinhos.

 

    • Estes tipos de atividade ajudarão seu filho a desenvolver um senso de responsabilidade para com os outros e a ganhar um sentido de satisfação em ajudar aqueles que precisam.

8)   Crie oportunidades para que seus filhos pratiquem empatia

  • Encoraje-os a se colocarem no lugar dos outros em momentos de conflitos (como você acha que o seu amigo se sentiu quando você disse isso para ele?)

 

  • Mostre exemplos de muita ou pouca empatia (você viu que legal que a Ana perguntou para menina nova da escola se ela queria brincar?) 

9)   Ajude seu filho a desenvolver um sentimento de preocupação. Grande parte do sentimento de empatia está em demonstrar preocupação com as outras pessoas, então você deve tentar desenvolver este instinto em seu filho.

    • Por exemplo, se ele mencionar que alguém em sua classe está faltando às aulas, faça perguntas sobre isto. Pergunte a ele: "Por que essa criança está faltando? Ela está doente?".

 

    • Você pode pedir ao seu filho para fazer um cartão de "melhoras" para seu coleguinha doente e ajudá-lo a entregar o cartão ou a colocá-lo no correio. Atividades como esta ensinarão seu filho a demonstrar carinho e interesse pelas outras pessoas.

 

    • Compreender as consequências de suas ações e perceber como o comportamento dele pode ter um impacto negativo sobre alguém ajudará seu filho a se colocar no lugar das outras pessoas e a tornar-se mais empático.

10) Incentive seu filho a fazer afirmações na primeira pessoa. Explique a ele que, quando algo o incomodar, ele deverá expressar claramente como se sente, ao invés de colocar a culpa em alguém.

    • Por exemplo, ao invés de dizer, "você quebrou meu brinquedo!", incentive-o a dizer "eu estou triste e desapontado, porque você quebrou meu brinquedo".

 

    • Isto ajuda a criança a identificar seus próprios sentimentos e permite que ela se comunique melhor com os outros. NOMEANDO SEUS SENTIMENTOS É MAIS FÁCIL PERCEBER SENTIMENTO DO OUTRO

11) Ensine as expressões faciais e os sinais não-verbais ao seu filho: BRINCADEIRA ENTRE OS PAIS E FILHOS

o   Faça diferentes expressões faciais e peça para que ele nomeie a emoção que você está tentando transmitir.

 

o   Você pode desenhar as expressões em um pedaço de papel - A capacidade de identificar uma determinada emoção ajudará seu filho a responder de forma adequada e a mostrar empatia.

12) Brinque de "sentimento da semana".

o   Selecione um sentimento e coloque-o na geladeira. Em seguida, toda semana, peça para seu filho apontar este determinado sentimento quando o identificar em si mesmo ou nos outros.

13) Use livros ilustrados. Livros com figuras, que tratem do tema de ajudar ou de cuidar dos outros, podem ser úteis para explicar ao seu filho o que é a empatia.

    • Mostre as personagens do livro de figuras para seu filho e peça para ele adivinhar como elas se sentem e explicar o porquê.

 

    • Quais sinais indicam que alguém esteja feliz, com raiva ou com ciúmes?

Este texto é um resumo das dicas oferecidas pelo projeto Making Caring Common da Universiade de Harvard, disponível em https://pt.wikihow.com/Ensinar-uma-Crian%C3%A7a-a-Ter-Empatia, acesso em 17 de out 2018.


Compartilhe:

 




Visitas: 2969

Fonte: Projeto Making Caring Common da Universiade de Harvard, disponível em https://pt.wikihow.com/Ensinar-uma-Crian%C3%A7a-a-Ter-Empatia, acesso em 17 de out 2018.

Entre em contato

Site seguro

https://fernandamappa.com.br/ https://fernandamappa.com.br/

Localização