13

anos de
atendimento



Gula ou Compulsão ?

Publicado em 04/11/2015


Gula ou Compulsão?

Sabe aquele familiar, amigo ou mesmo criança que, come sem parar e que mesmo sem fome vai comer tudo o que você oferecer e mais um pouco, chegando inclusive ao mal estar?
Normalmente levamos na brincadeira mas cuidado: Se isso for recorrente, pelo menos uma vez por semana, durante três meses, sem evento purgativo associado(laxante, diurético) pode ser que estamos diante de uma caso de Transtorno Compulsivo Alimentar Periódico (TCAP).
TCAP acabou de receber status de doença psiquiátrica seguindo do DSMV (Manual de critérios diagnósticos utilizados na psiquiatria).
Estima-se que a prevalência em 12 meses de TCAP entre mulheres e homens adultos é de 1,6 e 0,8%, respectivamente.
O que vai caracterizar um episódio de compulsão alimentar e a ingestão aumentada em relação a maioria das pessoas. Esse ato deve ser acompanhado de sensação de falta de controle (incapacidade de parar de comer depois de ter começado). É preciso que a compulsão alimentar seja caracterizada por muito sofrimento e pelo menos três dos seguintes aspectos:
·        Comer até se sentir empanzinado, muito cheio;
·        Ingerir grandes quantidades de alimentos sem estar com a sensação de fome;
·        Comer sozinho por vergonha;
·        Sentir-se desgostoso, deprimido ou culpado após o episódio de comer compulsivo;
Após a identificação do TCAP, algumas medidas deverão ser tomadas para o tratamento. O envolvimento de alguns profissionais na mudança de hábitos pode ajudar, já que os cuidados são mais comportamentais. Entre os profissionais envolvidos no tratamento, estão o psiquiatra, endocrinologista, psicólogo, nutricionista e educador físico que, juntos, proporcionam a retomada do bem-estar da pessoa.
Indivíduos com Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica apresentam correlação com outros sintomas em diagnóstico psiquiátricos, como por exemplo, transtornos de humor ou ansiedade:
-Sofrimento psicológico devido à depreciação da auto-imagem;
-Mal estar físico devido à grande quantidade de alimentos ingeridos;
-Vergonha por comer tanto e então, o indivíduo se isola;
-Depressão;
-Nojo de si próprio; 
-Culpa e neste caso o comedor compulsivo,  pode compensar com jejum de 2 dias e depois voltar ao mesmo ciclo de ingestão.
Alguns sintomas da compulsão alimentar são:
·         Comer mais rápido do que o normal
·         Comer quando não está com fome
·         Continuar comendo mesmo quando já está saciado
·         Comer sozinho ou escondido
·         Sentir-se triste ou culpado por comer demais.
Não pense que a gula é "bonitinho", que a criança ou adolescente é apenas "bom de boca e não dá trabalho para comer". Se você identificou esses sintomas com algum familiar ou ainda, conhece outras pessoas, sejam crianças, adolescentes ou adultos com essas características, repasse a informação. Oriente a procurar um PSIQUIATRA ou um ENDOCRINOLOGISTA.


Compartilhe:

 




Visitas: 2714

Entre em contato

Site seguro

https://fernandamappa.com.br/ https://fernandamappa.com.br/

Localização